São Lourenço da Mata - Prefeitura Municipal
Página Inicial » Saúde » São Lourenço da Mata terá Comitê para combater novos casos de microcefalia

São Lourenço da Mata terá Comitê para combater novos casos de microcefalia

Em: Saúde - Data: 20 de outubro de 2017

A Secretaria Municipal de Saúde após reunião, no início deste mês com mães de crianças com microcefalia residentes no município, apresentou proposta para implantar um Grupo de Trabalho (GT) para prestar assistência às famílias. No encontro, também foi discutida a criação de um Comitê para promover melhores políticas públicas de combate às arboviroses, doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

A coordenadora de Atenção Básica, Ana Elizabeth Melo, explicou sobre a importância do GT e do comitê. “O grupo servirá para prestar toda atenção às crianças e familiares, já o comitê não poupará esforços e recursos para combater novos casos de surto”, explicou. Ainda segundo Ana, o município possui 14 casos confirmados de microcefalia causados pelo zika, 16 foram descartados, e há quatro sendo investigados.

De acordo com o prefeito em exercício, Dr. Gabriel Neto, combater um novo surto de zika no município, de maneira integral, e em parceria com a comunidade é uma de suas metas para a saúde. “O GT discutirá às políticas públicas de assistência junto com familiares e técnicos de diferentes pastas, como, saúde, educação e assistência social, além de acompanhar os novos casos, e os já confirmados. Já o comitê trabalhará com base nos indicadores do Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRA). Uma vez por mês os participantes do Governo Municipal, assim como, a sociedade civil, irão planejar e executar ações para o combate às arboviroses”, enfatizou Gabriel.

Para Carla Maria, uma das mães com filho portador de microcefalia, o grupo ajudou a aproximar o governo municipal da realidade das famílias. “Hoje somos 14 mães que dependem do auxílio, porém algumas foram negadas, por isso, precisamos de itens básicos, como, leite especial (suplemento), anticonvulsivos, fraldas e espessante (produto para ajudar na digestão)”, detalhou. #GTMicrocefalia #ComitêMicrocefalia #PrefeituraSLM