Defesa Civil - Data: 13 de junho de 2019

Prefeitura de São Lourenço da Mata cria força-tarefa para atender moradores atingidos pelas fortes chuvas

Página Inicial » Defesa Civil » Prefeitura de São Lourenço da Mata cria força-tarefa para atender moradores atingidos pelas fortes chuvas

A Prefeitura de São Lourenço da Mata criou uma força-tarefa com as Secretaria Municipais de Infraestrutura e Assistência Social, além da Defesa Civil, para atender os moradores atingidos pelas fortes chuvas nesta quinta-feira (13). Desde as 5h da manhã, as equipes estão de prontidão atendendo a população com serviços que vão desde a poda de árvores até as mudanças dos moradores.

De acordo com a secretária de Infraestrutura, Elida Barroso, a força-tarefa está trabalhando em plantão de 24h para atender qualquer necessidade dos moradores referentes às chuvas. “Até o presente momento já choveu 60% do esperado para todo o mês de junho no município, com 152 milímetros de precipitação de chuva. Nossas equipes estão dando uma atenção especial às comunidades ribeirinhas devido à proximidade com o Rio Capibaribe, que corta nossa cidade. Pedimos aos moradores que tiveram suas casas alagadas ou se encontram em locais de possível risco, como barreiras, que procurem casas de parentes e amigos até o fim das chuvas”, disse a secretária.

Foram registrados ocorrências de alagamentos nos bairros de Penedo, Caiará e Várzea Fria. Uma casa foi interditada, devido ao risco de um muro cair sobre o imóvel, no bairro do Caiará; uma árvore caiu na Várzea Fria. Algumas casas foram alagadas no bairro de Penedo, assim como, uma barreira deslizou no Loteamento São João e São Paulo. Porém, graças ao trabalho preventivo e de ação da Defesa Civil nenhuma ocorrência com vítimas foi registrada.

Já para o coordenador da Defesa Civil, Levy Félix, garantiu que o monitoramento, tanto do Rio Capibaribe como das barreiras, está sendo feito. “Gostaria de tranquilizar toda população são-lourencense. Estamos trabalhando em conjunto com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres (Cemaden) e Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), para monitorar o Rio Capibaribe, que teve hoje uma elevação da calha de 1,80 m, e o movimento de massas, como deslizamento de barreiras no município”, explicou o coordenador.

Apesar da trégua das chuvas, que amenizaram na cidade, desde 15h, quem sentir a necessidade ou for atingido pelas fortes chuvas, enchentes ou deslizamento de barreias, pode entrar em contato com a Defesa Civil de São Lourenço da Mata, pelo número de telefone (81) 9-8338.5407 ou pode se dirigir até a sede da Defesa Civil, que fica na Rua Luiz Ernesto, nº 117, no Centro da cidade.

Prefeitura Online
Prefeitura Online
Questões, dúvidas, problemas? Estamos aqui para ajudá-lo!
Connecting...
Não estamos disponível no momento. Por favor, tente novamente mais tarde.
Estamos ocupado no momento. Por favor, tente novamente mais tarde
Você tem uma pergunta? Escreva para nós!
:
:
Esta sessão de bate-papo terminou